Só letrar
a qualquer tempo,
em qualquer lugar...

Povoado

O vento que sinto na pele, aceito. Vou sendo
É mais sereno acompanhar o movimento
Bem mais intenso quando a compreensão se espalha,
floreia.
Pisando entre as pedras, não obstante os cortes, há sorte,
cura.

De quem me esconderia,
como poderia..o que adiantaria?

O espelho d'água nasce dentro
rio lento que passa sob meus olhos ardentes...
...
Toda urgência é de viver. Inflama, faz saber,
entre as curvas do silêncio pulsante
que suspira a vertigem derivada da noite, arrepia
sem marcar hora, apenas atinge
em brasa queima, fere, afaga
colore a cena no escuro. Borra outra tela
Detem o pensamento
Trava a palavra

E se...

Vagalume

Impressões planas dos faróis em curva
o asfalto costura
por linhas perfeitamente tortas
emendas.
Fina e certa, risco de giz
cêra, unção
a vida arranha pele
enquanto piamente
traça, trança
afaga...
se abre e me abre.
Me acrescenta. Me aumenta.