Ideias soltas


Ando pensando
quais são os sentimentos mais intensos
pensamentos mais profundos?
Se existem,
por um instante que não é
a serviço do querer

Penso andando
esmaltes, arranjos, toda espécie de futilidades
desfilando  personagens
Aonde está a realidade?
Os pelos crescidos,  luzes acesas
guardados sob a mesa, dunas de poeira

Desconstruo o pensamento
num golpe de ar
inspiro incalculável soma de perguntas,
transpiro gotas de ideias soltas
e a tal verdade verdadeira?
Expirou a sandice de quem aprendeu a voar

Voando sobre corredeiras
Lê em águas a pureza
que escorre um só caminho, da vida
Desliza entre os destinos, sorve alguns fragmentos
Abraços e ventos, dizeres
Grãos de pensamentos


5 comentarios:

  1. e é por isso que as verdades existem,para que a encontremos onde não se imagina,que questionemos o óbvio,que dancemos em nossas ideias,que se balançam,se soltam,se abrem,se perdem e se encontram quando nós as libertamos...
    belas palavras,há muito não passava por aqui! tá tudo muito lindo!

    abraços

    ResponderEliminar
  2. idéias soltas, porém concatenadas em puro lirismo!
    não conhecia aqyui
    e gostei.

    ResponderEliminar
  3. idéias soltas, versos certeiros.

    beijos, mocinha!

    ResponderEliminar
  4. Gostei muito do teu poema-comment lá no Escúchame, qrida! =)

    =*

    ResponderEliminar

Grafe as asas de suas idéias...