Boa noite. É outono

Madrugada.

Acordei, entre tuas pesadas pernas
que me aquecem
não satisfeita carne,
mantém aceso o amor
tão somente,
preso por ser livre
cor de céu das minhas profundezas
pura beleza
me esquenta o eterno
nas externas estações
enquanto existe é terno
dentro, o tempo é sempre verão
tropical, o signo das águas evita as chamas
do ardor que incessante, queima-me

1 comentario:

  1. Eu te amo com ardor que incessante, queima-me...

    Beijos!

    Seu amor!

    ResponderEliminar

Grafe as asas de suas idéias...