Incerta

As vezes fugo, acontece
é pra ver se meu coração esquece de doer.
As vezes sonho, me parece
uma rachadura central se abre, o céu desce
você de repente veio me ver.
Enquanto eu penso em te esquecer
o meu inconsciente mantém seu reflexo
me atina o dia, fraco, fraco...
Nem o sol dá uma trégua,
descasca até os fatores proteção
UV, A e ºB
meu coração insiste em doer...

2 comentarios:

Grafe as asas de suas idéias...