.


Tá!
Hoje não deu muito certo, não pintei nem rasguei papel... hoje eu acordei com as lembranças, e elas me acompanham por todo o dia, até aqui (são 15:50h). Não cumpri um trato, não cumpri vários, não, hoje eu desviei a ordem passei por cima dos espinhos, dos ovos, das flores, fui conferir o outro lado do rio... e por horas venho nadando em suas águas, fortes e claras... águas que cantam o som da tua voz, que não ouvia mais... rompeu-se o silêncio para um breve momento. Não sei de nada mais... pensei ser o vazio necessário para atravessar a solidão desta estrada, que nada! Você me desnorteia sempre que estou seguindo... tem nada não! Eu continuo de pé e se cair, levanto outra e outra vez! O que me importa é marcar com vivacidade e coragem o caminho onde eu pisar, tocando o coração das pessoas que eu, por ventura, encontrar...


Faça de mim, Deus, uma pessoa mais forte*
.