Era outro caminho...

:

Falar não é somente juntar as letras
formar sílabas e dizê-las
é querer, é tirar do lugar
desarrumar, fazer pensar
atingir

Informações movem
comovem de diferentes maneiras
Muitas vezes o dizer não consegue ultrapassar os muros
iminentes prisões do 'eu'
É que montanhas não tem pernas, nem intenções
Para alcançar o lugar mais alto
é preciso sair do lugar... ir
Embora palavras, às vezes, são como facões
abrem caminhos
mas também fecham com galhos secos,
o encontro dos destinos

:


....................
Ouvir é mais que isso
Absorver o sumo do dizer
é estar conectado, antenado
afinado ao outro ser...


Conto

.

Em miúdos
planam poeiras
sopram frases, silêncio e ventanias
invisíveis pedaços
empalidecendo o dia
enfraquecendo o tempo que ainda resta

De agudos
rasgam verbos tontos
costuram explosões no peito
esfregam tortuosa tez
assistem platéias inteiras
ruas varridas por faróis que cegam sem luz

Além do que se vê
vê-se pequeninos
recolhidos nos cantos dos olhos
encolhidos na palma das mãos
doidos, são pequenos pontos
por vezes, contos
que contam as horas
no escuro
saltam no ar
querem tudo que tempo não lhes pode dar...

Emaranhando-se por entre as digitais
de todos os carnavais

Do amanhã
Que amanhã?
Não temos, não há
é poeira, plano, futuro
Sorte (preparo)
ou azar (preguiça)
.

Nas palavras, impressões

Tenho sentido mais
coisas estranhas
coisas entranhas
uns incomodos
desejos crescentes
lugarejos
por fora por dentro
em cores
telas dimensões diversas
sem pontos sem linha
sem pauta
sem saber
um sentir
coisas
não há o que definir
me despi
experimentei-me
dose em sol
caminho sob a lua cheia
tenho fé imensa
meus sonhos grandes
meus pés na areia
meu peito,
meu cérebro
força do Deus
minha força breve
intenso respirar
meu ver na imagem
meu sentir, nas palavras
percebo
toco o macio em meu mundo
eu mudo
eu, mundo
meu mundo
sem grito
voz em infinito
suave
um gemido


O empréstimo que eu faço usando para mim as palavras é meu momento mais eterno me ensina a conhecer a ousadia, meu universo cego, livre. Rio bom de nadar.