Tic-tac

Bobinas, ponteiros,
Digitais
Constroem o momento
Sentido inverso
Destinando versos
Sopro de idéias soltas
Que temem incertos,
Atam, desatam
Vão e voltam

Sem cor e sem cheiro
Ponteiro
Retoma seu contínuo batimento
Afinal, nada para o tempo
Nem para consertar
canos quebrados
asfaltos falhados
corações (ar)ritmados...

Tic-tac
Pequeno, fino e cortante
Sentimento afiado, instante
Um vento...