O revelar da imensidão

Companhia alheia
Prosa distraída

Goles invertidos
Longe de outros instantes

Tortuosos
Pontos descosturados
Continua o querer frustrado

A paciência foi-se
Andou

O diálogo
Ficou
Na janela dos dedos
Sambou

O silêncio
Ecoou

E tão distante não se ouviu


Vozes entaladas
Timbres na garganta
Ditos para dentro

Do infinito
Palavras descritas
Livro inteiro
Da vida
Na íris do olhar
Mudo

A passos lentos
Desconsertados

Versos
Vindos das sensações
Vide o verso das palavras
Intenções

4 comentarios:

  1. teus versos são pelo avesso...
    revelam-se imensamente em mim.

    chêro forte

    ResponderEliminar
  2. Há tanta coisa que eu queria te dizer
    neste momento

    Mas o tempo é curto
    e eu tenho pressa

    A nao ser
    que o tempo
    pare...

    ResponderEliminar
  3. Jeff

    Parafraseando Cazuza,
    'O tempo não pára não'

    ...

    ResponderEliminar
  4. Marri,
    Muito belo!
    LI e reli...
    Versos

    beijos

    ResponderEliminar

Grafe as asas de suas idéias...