Mar de encontro

Vontade louca de fugir
qualquer lugar dentro de mim
procurar abrigo
um abraço pra mim
amor

Minh’alma sedenta
frágil, exposta
me sinto ruir
a cria, precipício
esta morte um pouco minha
um rasgo

Líquido escorrendo
sem meios de impedir
Ahh, eu perciso ir
acordada
desperta, exausta
chegar no mar
oceanos sossegar
no leito da vida
nos braços de Jáh

No hay comentarios:

Publicar un comentario

Grafe as asas de suas idéias...